sábado, 25 de setembro de 2010

Mitologia Grega

Filha de Zeus, Palas Atena, além de  deusa da sabedoria e da guerra,presidia as artes e trabalhos manuais,entre eles a tecelagem. 




Deusa virgem, já nasceu adulta, quando Zeus, com uma forte dor de cabeça,ordenou Hefaistos, deus ferreiro, que lhe desse uma forte machadada na fronte.Assim surgiu Palas Atena. 
Os deuses que concediam aos mortais suas habilidades. Porém um mortal nunca poderia ser melhor que um deus. Os discípulos deviam reconhecer a superioridade dos deuses. Mas não foi o que aconteceu com Aracne, uma jovem tecelã que vivia em Meônia, região da Ásia Menor. Seu trabalho era tão perfeito que ela sentiu-se no poder de desafiar a deusa Palas Atena, dizendo que poderia tecer melhor do que ela. A deusa, então,disfarçou-se de uma anciã senhora, para conversar com Aracne e convencê-la de que, por melhor que fosse seu trabalho, ela deveria reconhecer o poder dos deuses. Aracne dominada pela vaidade não ouviu os conselhos da 'senhorinha' e continuou  a acreditar que seria capaz de tecer melhor que a própria deusa, e zombando ainda disse: "Por que motivo sua deusa está evitando competir comigo?". Foi então, que enfurecida a deusa revelou-se do disfarce e aceitou o desafio de Aracne. 
Dando inicio a competição, as duas sentaram-se e começaram a tecer, cada uma produzindo sua obra. Atena retratou a cidade de Atenas com os deuses em seus tronos, e nos quatro cantos na tela retratou o que havia acontecido com mortais que tentaram desafiar deuses, e no que eles haviam sido transformados.
Enquanto Aracne retratou Zeus, o maior de todos os deuses, sob vários disfarces ou em  forma de algum animal, em cenas onde conquistava lugares, seduzia pessoas, fazia amor com alguma mulher, e ainda incluiu os amores de Posseidon, Dionísio,Apolo e Cronus. Teceu ao redor de todas as cenas a moldura de Hera e flores entrelaçadas. 
O trabalho de Aracne foi tão perfeito que Palas Atena não conseguiu encontrar nenhum defeito. Irritada ela rasgou a tecelagem em pedaços e golpeou Aracne na cabeça. Aracne, muito triste tentou se enforcar. Ao saber, Athena compadeceu- se de Aracne e transformou em teia a corda que ela usara para se enforcar. Em seguida transformou-a em uma aranha. Dessa forma, Aracne conseguiu escapar da morte, entretanto estava condenada a ficar dependurada em sua teia, e tudo que ela construisse seria destruído.