sábado, 9 de outubro de 2010

Unhas!!

Já foi o tempo em que esmalte era só em tons clarinhos ou no máximo em tons de vermelho para as mais ousadas. As empresas de esmalte tem crescido muito no mercado da moda, não param de surgir novas cores e ideias bem diferentes! Amarelos, laranjas, roxos, azuis, rosas..escuros ou extravagantes, as cores que antes eram difíceis de imaginar na ponta dos dedos, agora se tornaram preferência entre as amantes de esmaltes. 

Nesse verão nossos olhos cansaram de ver cores neon gritanto nas unhas das garotas, rosa chiclete, verde limão, amarelo e laranja florescentes! Quanto mais "mamãe não me perca na neblina" melhor. 

A Impala tem uma linha de cores neon que é de doer a vista



Sou apaixonada com esmaltes, e já entrei na onda das cores diferentes, as últimas que comprei(e amei)
foram Militar e Hippie Chic da Colorama


  


Para as mais discretas
New York, Show e Cappucino, todas da Risqué.


 



A Colorama já lançou a coleção verão 2011!



Além de cores diferentes, uma empresa de esmaltes também pode apostar em um personagem que caracterize uma linha de novas cores. As patricinhas devem ter adorado a coleção "Penelope Charmosa" da Risqué





E não pára por ai...ainda tem muita novidades para diferenciar suas unhas...e essas são para as bem exageradas...de preferência aquelas que não fazem nada na vida, não lavam um prato (não é o meu caso, tenho vida de 'Amélia'!)  

Unhas 3d
Efeito de relevo nas unhas




Unhas estampadas

 


Impressão de gravuras/foto nas unhas
Katy Perry 'imprimiu' o namorado na ponta dos dedos! é muito amor mesmo....hahaha

  


Unhas Strass 
Pra quem gosta de um brilho....



Unhas Mario Bros
haaaa...essa é ótima!



Francesinhas ao contrário 

  

Mayana Moura, vilã da novela das 8, já aderiu a moda...eu, particularmente ainda não acostumei muito com essa francesinha.. dá a impressão que o esmalte tá saindo! é...como ando sem tempo de fazer as unhas, qualquer dia eu lanço a moda 'unhas descascadas'...vai que cola! =) 






domingo, 3 de outubro de 2010

Década de 40


Estou fazendo um trabalho para o curso técnico em que tenho que fazer um book com 10 croquis + um casal de noivos em uma coleção primavera-verão. Escolhi como tema a década de 40, esses são alguns dos croquis que eu desenhei... mas é só o começo..






Tentei unir os traços masculinos do estilo militar com a sensualidade das pin-up girls.

Bom..então vou falar um pouco sobre o que foi a moda nessa época.

A década de 40 foi marcada pela Segunda Guerra Mundial. De 1939 a 1945 a palavra de ordem era "recessão". Na moda, criaram se regras para economizar no vestuário, limitaram se os gastos com tecidos, e alguns tecidos mais caros, como seda e renda, não eram nem encontrados. As mulheres tinha uma caderneta onde ia sendo abatida a quantidade de tecido que cada uma tinha direito de comprar por ano. Além disso as mulheres precisavam de praticidade, pois como a população masculina havia ido pra guerra,elas tiveram que voltar a trabalhar nas indústrias, tudo isso resultou numa 'masculinização' no guarda roupa feminino. Era quase ridículo se enfeitar demais. As saias eram bem mais justas e os casacos tinham ombros marcados num estilo mitilar. O uso de turbantes, chapéus,redes e lenços nos cabelos também foi relevante visto que no trabalho, elas precisavam prender os cabelos e além disso com a ausência de cabelereiros (que estavam na guerra) e  sem produtos cosméticos de boa qualidade, era necessário esconder os cabelos. 


 


O fato das mulheres ingressarem no trabalho, promoveu a liberdade delas em relação aos maridos. Elas provaram que poderiam segurar a barra , fazendo os serviços masculinos com a ausência deles. Provaram sua independência. 




Os sapatos também ganharam aspecto masculino e pesado. Foi muito usado com plataforma, difundido por Carmem Miranda (1909-1955) sucesso no cinema nacional e no de Hollywood. 




No filme Casablanca,marco da década, Humphey Bogart e Ingrid Bergman evidenciaram o clássico trench-coat (casaco de trincheiras,criado durante a Primeira Guerra).


 

Lápis e tinta davam forma às Pin-up Girls( "garotas penduradas"), que estavam no auge do sucesso nos anos 40. O conceito era simples: garotas sensuais e ao mesmo tempo inocentes. Cheias de curvas, vestiam peças de roupas que marcavam a cintura e deixavam as suntuosas pernas de fora. Era o bastante para alimentar a fantasia dos marmanjos.Carinhosamente chamadas de "armas secretas" pelos soldados, elas serviam de alívio aos que estavam combatendo a guerra.Saindo do papel,elas logo ganharam vida, interpretadas por atrizes como Betty Grable e Marilyn Monroe.


 

 Marilyn Monroe

A alta costura esteve em baixa nesse período, nem todas as casas fecharam, mas das clientes: as francesas sofriam com a recessão, e as norte americanas não viajavam à Europa por causa da guerra. E além do mais os Estados Unidos não passaram por tantas restrições, o que possibilitou o desenvolvimento livre da moda durante a guerra, com a criação de indústrias de moda próprias. Foi ai que nasceu o ready-to-wear, produção de roupas em escala industrial, com qualidade e numeração variada. No pós guerra, em 1946, os franceses liderados por Jean-Claude Weill, apropriaram a idéia fazendo o prêt-a-porter

Com o fim da guerra, em 1945, as mulheres voltaram a sorrir, e agora, pra compensar, queriam mais volumes  e menos recessão! Foi ai que se destacou o francês Christian Dior, que em 1947 criou o New Look, resgatando a feminilidade perdida nos tempos de guerra. Cintura marcada e saias volumosas ditavam moda agora. As mulheres poderiam gastar metros de tecidos para suas saias rodadas tornado a moda novamente sonhadora e feminina. Era o começo do que seria a elegância dos anos 50!